Vestido para madrinha de casamento

Olá amigas chics! Decidir qual roupa usar quando recebemos um convite de casamento nem sempre é uma tarefa simples. Já escolher um vestido para madrinha de casamento no inverno, pode parecer uma missão impossível. Então, para ajudar vocês a escolher o que vestir nesse tipo de ocasião, a principal dica pra garantir a elegância é escolher um look com “cara” de inverno. Para isso devem ser evitados os tecidos leves e esvoaçantes, modelos sem mangas e tomara-que-caia e sandálias. Afinal, nada mais deselegante do que usar uma roupa inadequada para a estação do ano. Nessa hora sempre surge a pergunta: E se estiver calor no dia? No inverno, por mais que esquente, sempre a noite é mais fresco. Assim, para eventos noturnos, os modelitos que deixam boa parte da pele à mostra devem ser evitados. 

O que usar?

  • tecidos encorpados, como por exemplo: tafetá e shantung de seda, tecidos adamascados, brocados e veludos;
  • modelos com mangas, ou acompanhados de casaco ou estola que sejam parte integrante da roupa;
  • cores de inverno, como azul e verde escuro, cereja, vinho, cinza, uva, etc. No inverno, cores claras estão liberadas para cerimônias diurnas. Já para as noturnas deve-se tomar cuidado com o uso tons pastéis ou muito “alegres” como laranja e amarelo, pois nos remetem a roupas de verão.
  • sapatos ao invés de sandálias.

Na foto abaixo vocês podem ver o modelito que usei para ser madrinha de casamento para exemplificar as dicas sobre o que usar.

Imagem1

Obviamente, não há necessidade de usar todos os elementos citados (roupa escura, tecido encorpado, mangas) juntos, mas quanto mais elementos associados, mais adequado para a ocasião e consequentemente mais fácil de ficar chic. Aconselho que pelo menos dois elementos estejam presentes como tecido encorpado e cor escura, ou vestido com tecido leve com manga, desconsiderando as sandálias, que devem ser evitadas, definitivamente.

O bom caimento da roupa também é essencial para a elegância do look. O vestido das fotos foi confeccionado sob medida pela minha mãe, utilizando técnicas de alta costura. Dessa forma, a roupa (ou pelo menos a parte da blusa) é confeccionada em um tecido teste. A roupa é provada, ajustada e então desmanchada e as partes servem de molde para o corte nos tecidos do vestido (forro e tecido externo).

Imagem2

A saia godê guarda-chuva confere movimento ao vestido. O decote e o cinto foram bordados em pedrarias (por mim!) nos tons da estampa do vestido, conferindo um refinamento adicional ao modelo.

Imagem3

Há algum tempo, é comum dizerem nos editoriais de moda que bolsa e sapato não devem combinar. Eu, particularmente, nem sempre considero isso verdadeiro, pois quando há muita informação numa roupa, como estampas e bordados, os acessórios não devem ser muito díspares para evitar que o visual fique poluído. Mas aí é questão de gosto, ou de estilo!

Caso queiram mais detalhes sobre como confeccionar o vestido ou o bordado, entrem em contato através do e-mail: duvidas@cheguechic.com.br

Aguardem, pois em breve teremos mais posts sobre moda para casamento. Até lá!

 



Poncho para dias frios e cheios de estilo

O poncho é uma das minhas peças favoritas pois é, ao mesmo tempo, elegante e confortável. A peça é uma vestimenta tradicional na América do Sul, mas com  pequenas modificações pode adquirir um “ar mais fashion” e ficar cheio de estilo. O poncho tradicional tem formato de retângulo ou triângulo e é confeccionado, geralmente, em lã natural. Nas fotos abaixo, o modelo que estou usando tem formato de meia-lua (corte godê), confeccionado em tecido plano de lã com caseados laterais que possibilitam o uso de um cinto. Outro detalhe é que esse poncho é dupla face, o que permite que seja usado dos dois lados, para fazer diferentes combinações.

 

poncho xadrez

 

Para um look mais casual prefiro o lado xadrez, porque dá um aspecto mais despojado. Já para um visual mais refinado, uso o lado bege, por ser mais clássico. Porém , outras composições podem ser feitas, como um lado de estampa floral e o outro liso, um tecido de lã de um lado e seda do outro, entre outros.

 

poncho bege

Como o poncho é uma peça bastante ampla, é preferível combiná-lo com calça ou saia com modelagem mais ajustada, para dosar as proporções. Gostaram? Que tal inventar a própria moda adaptando as roupas ao seu estilo? Para as fashionistas a diversão será garantida!



Trench coat faça frio ou faça chuva

Especial casacos: parte 2

Olá queridos(as) leitores(as), o assunto de hoje é o trench coat, ótimo para os dias de frio e garoa que tem feito nos últimos dias aqui em São Paulo. Tradicionalmente a peça é confeccionada em gabardine impermeável, que protege do frio e da chuva. Assim, o trench coat não é simplesmente um modelo de casaco com linhas militares, mas uma associação deste com o tipo de tecido em que é confeccionado, para que exerça completamente a sua função.  Na foto, uso um trench coat na cor mais clássica para esse modelo que é o bege mel, bem fácil de combinar com outras.

Imagem4

Imagem5

Por baixo do trench coat eu estava usando uma calça flare preta e uma blusa estampada nas cores branco, bege, amarelo e preto.

Imagem6

Acho que vocês já repararam que eu não cito as marcas das roupas que uso no blog, exceto quando a matéria é referente a uma marca específica, pois creio ser possível se vestir com elegância independente de grife. Escolho peças de boa qualidade, com bom tecido e bom caimento, independente de ser de uma uma grife renomada ou de uma sem grandes status e sempre que possível uso roupas sob medida. Obviamente, quando se trata de casacos de modelos atemporais, que poderão ser usados por muitos anos, como o trench coat, escolher uma peça de qualidade é essencial e por isso vale investir um pouco mais ao adquirir uma. Caso queiram saber as marcas, até mesmo pra facilitar a compra é só deixar um comentário ou entrar em contato pelo e-mail de dúvidas do site.

Beijos e até logo!